ouvido humano

Muitas vezes se ouve dizer que as mulheres falam demais… Mas não tem problema. Porque o ouvido masculino (seletivo) escuta somente o que interessa. Preste atenção: O que a mulher diz: - Esse lugar está uma bagunça, amor! Você e eu precisamos limpar isto. Suas coisas estão jogadas no chão e você vai ficar sem roupas pra usar se não lavá-las agora mesmo. O que o homem escuta: blah, blah, blah, blah, AMOR, blah, blah, blah, blah, VOCÊ E EU, blah, blah, blah, blah, NO CHÃO, blah, blah, blah, blah, SEM ROUPAS, blah, blah, blah, blah, AGORA MESMO. (Carlos Drummond de Andrade)

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Carne Fresca

         Somos animais que nos adaptamos a qualquer situação, alguns com mais facilidades outros nem tanto, quem não se lembra do 1° dia de aula? e se acontecesse de você ser transferido pra outra escola na metade do ano? ai já dificultava um pouco e morar com uma pessoa que mal conhecemos? ai complicou demais e o que dizer quanto ao trabalho? é curioso, tem gestos que são quase mecânicos; o novo funcionário parece esta pisando em ovos, é um verdadeiro estranho no ninho, não sabe quem é quem na empresa, só o chefe, dar bom dia pra todo mundo, quer agradar, sempre pedindo; com licença, por favor, desculpe, eu não sei, não sabia, tudo isso com um sorriso largo, isso é claro no começo, sempre vai aparecer uma pessoa que vai ser fundamental pra ela na empresa, vai lhe ensinar o caminho das pedras, onde estão as armadilhas, os campos minados, enfim, tudo sobre seus novos colegas, mas como ninguém é perfeito, depois de um certo tempo você já perdeu aquele ar de filhote perdido na floresta e muitas atitudes que você usava no inicio vão aos poucos desaparecendo, se conseguir manter a capacidade de ser educado e amigo, prova que nem tudo esta perdido, ah, antes de terminar seu expediente você fica sabendo que a empresa contratou um novato, no fundo vem aquele sorrisinho malicioso pra saber como ele(a) vai se sair, coisas da natureza humana!

Um comentário:

웃 Lucineia Silva 웃 disse...

É Flávio, sem dúvidas é preciso cautela e joga de cintura, como dizem!

bjos fofos